sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Tire Férias, nem que seja de você.




Tire férias de você. Isso mesmo descanse-se das suas crises, chatices, problemas, dilemas.
Faça uma mala com tudo o que te retém, te atrasa e te maltrata, jogue dentro dela as sensações ruins, as culpas demasiadas, as críticas infundadas, os medos absolutos e as incertezas tão duvidosas que te faz recuar.
Antes de fechar a porta certifique-se que a tal mala ficou em casa, pra trás, distante. Vá vazio, livre, e não tenha medo de ficar longe de você, refaça-se inteiro se for preciso. Aprenda a sentir a vida novamente, enfrente seus medos, a vida é tão obvia que o pior que pode nos acontecer é morrer, então de que adianta temer? Jogue-se fora, esqueça esse você cheio de manias angustiantes, de vícios degradantes e de pensamentos conflitantes.
Seja um novo ser pensante!
Novo!
Você se fez assim, aprendeu com cada segundo da vida, você conseguiu, mal ou bem, você é aquilo que se permitiu ser. Se acordares vivo amanhã é um sinal que ainda há tempo de reinventar-se, aproveite, mude, comece... e viva, e dessa vez de verdade!
Se não sentires saudades de ti nessas férias de você, não volte, seja outro. Se voltares seja novo tudo de novo
.


Tatiane Éfer

domingo, 22 de dezembro de 2013

Imagens de Natal.







Porque sonhar faz bem.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Cavalo no horoscopo chinês para 2014.


Não sou de acreditar em previsões nem adivinhações, acredito que ninguém tem este poder. E se tiver não devemos mexer com isto, hehe. Mas uma coisa que acho interessante é o horoscopo chinês, sempre dou uma olhadinha antes de começar o próximo ano. Para 2014 segundo ele o ano será regido pelo cavalo.
Veja o que diz, faça um balanço e tente ter um ano o mais equilibrado possível, dando o melhor de você,
estando sempre em contato com sua força interior , pedindo proteção de seu anjo e celebrando um Deus que esta acima de nossa compreensão, nisto eu acredito. Mas vamos ver o que diz, guardar o que interessa e focar no que temos de melhor para ser feliz e fazer feliz.

De acordo com o calendário Chinês, em 31 de janeiro de 2014 terá início o ano do cavalo. A tradição chinesa diz que existem cinco elementos (Metal, Água, Madeira, Fogo e Terra) que se associam ao animal do ano, revezando-se, e 2014 será o ano do cavalo de madeira, que retorna depois de 60 anos. 
É um tempo de colheita (lembrando que colhemos aquilo que plantamos!), de renovação e de mudanças. Apreciador de novidades, o cavalo de madeira promete trazer um ano cheio de descobertas e invenções. O ano é oportuno para quem quer alcançar o sucesso e transformar a própria realidade superando questões de trabalho com determinação e coragem. Bom para quem quer abrir um negócio. O segredo é não ter medo de se arriscar e de lutar pelo que se deseja. A tendência é conseguir solucionar problemas com rapidez e eficiência.
O cavalo é um trabalhador incansável. Essa inquietude e a força desse movimento fará com que aqueles projetos engavetados há tempos saiam, enfim, do papel. Será um ano decisivo para quem estiver disposto a buscar o seu lugar ao sol e também para aqueles que procuram um bem maior: grandes causas são favorecidas com a força do cavalo. O senso de cooperação e a amizade são características do cavalo de madeira. As comunicações serão favorecidas e profissões que lidam com o público estarão em alta: comércio, atividades artísticas e intelectuais ficarão em evidência. 
No campo pessoal, será bom momento para assumir compromissos no amor, sendo muito favorável aos casamentos. As pessoas estarão mais românticas e carinhosas. Como a tendência é que as pessoas se sintam mais corajosas, não se espante se receber o tão sonhado pedido! Como é tempo de mudanças, trocar de casa ou de pele, se reinventar, vai valer a pena. Fuja do convencional. A hora da guinada é agora, não desperdice sua vida.
Como o cavalo é regido pelo elemento fogo, o ano será muito movimentado e até turbulento. Devido ao seu caráter impulsivo, o cavalo pode provocar desgastes políticos. Os anos do cavalo tem sido decisivos para o mundo: a Primeira Guerra Mundial (1918), a Grande Depressão (1930), a Segunda Guerra Mundial (1942) e a Revolução Cultural Chinesa (1966) aconteceram em anos regidos pelo cavalo. Apertem os cintos! 
No entanto a vivacidade, a disposição e a força do cavalo favorecerá o triunfo sobre possíveis adversidades. De espírito volátil, será um ano extenuante mas também gratificante. Lute pelos seus sonhos e siga os seus instintos!
tirado - http://dialogospoliticos.wordpress.com

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Presépio em ponto cruz.









Nos mais diversos olhares a um presépio, aqui um deles que fiz para este Natal, em ponto cruz, muito fácil e rápido, pequeno também, pensei a princípio envolve-lo em uma bola para colocar na árvore, ou apenas em forma de cartão. Mas no momento fica aqui apenas a preencher nossa imaginação e embalando nossos sonhos. 

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Idéias para o Natal.


Vi esta foto e não resisti, achei super charmoso esta ideia de abajur, deve dar um trabalhinho fazer igual devido ao fio e toda a parte elétrica, creio eu, mas o vidro por si só, e as bolas, é claro, também é muito lindo. 


Este espelho também é muito bacana, aí, também caberia outras várias versões. Vale a pena tentar, ainda temos algum tempinho, idéias ótimas é que não faltam. Estas trouxe de um blog muito fofo http://www.thecottagemarket.com/ , sempre estou por lá. hehe

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Presentes,

 Recebi meus presentinhos da Troquinha de Natal do Fórum Fazendo Arte em Ponto Cruz.
A amiga foi Lilian Costa. Quanta coisa linda, pensa numa criança Feliz, "eu".
 Adorei a combinação dos tecido, uma graça e os botões super fofos e descolados.

 Os chocolates já tiraram fotos, foram pra árvore, mas agora já comemos todos, hehe.

 Este pano de copa, nem sei se vou ter coragem de usar, muito lindo. Veio velinha também.


Aqui os chocolates da Cacau Show, agora... já estão na lembrança, rss
Enfim, como é bom brincar e ganhar presentes. Mais uma vez obrigado a amiga Lilian e Feliz Natal pra você e sua família.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Enfeitando o Natal.









Finalmente estou tirando das caixas os meu enfeites de Natal, agora começo a colocar ordem na bagunça depois das reforminhas por aqui, que ainda não está totalmente pronta, mas agora só faltam detalhes, este foi um dos motivos que atrasei para mexer nas coisinhas de Natal,  geralmente nesta data já estou com tudo pronto. Mas confesso que ainda não estou no clima, a perda de meu pai este ano, ainda esta mexendo muito comigo, estou meio que sem clima. Mas acredito que com a aproximação das festas minha cabeça vai se ocupar, e meu coração vai achar o conforto necessário pra inevitável superação. 

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Conto de Natal.




Renovação constante


Todo ano, desde os meus primeiros anos, esperava pelas chuvas e pelas mangas ansiosamente. Não entendia a época, porque elas andavam sempre juntas em fina sintonia. Após meses de estiagem, apareciam novamente trazidas por um vento difuso rompendo as manhãs e amenizando o calor sufocante de minha terra. As chuvas chegavam energizando tudo que encontravam pela frente, a vida e o que não era vivo, as árvores secas, os pastos queimados, as ruas empoeiradas, as pessoas enclausuradas e as crianças, que como eu, também a esperavam. Quando as primeiras mangas começavam a cair era o sinal que algo maior se aproximava. A alma das pessoas ficava mais leve, suavizava-se a medida em que a chuva e o colorido das mangas intensificavam-se... Chuvas e mangas espalhavam-se pelas ruas de minha terra quente sinalizando que Ele estava chegando. Minha mãe dizia que Ele vinha do Polo Norte de Trenó, um tipo de veículo que as terras quentes não conhecem. Daí o clima mais ameno, era Ele chegando. Além de presentes para todos os pirralhos e para as crianças bem comportadas, como eu, trazia também uma mensagem para a humanidade daquele cujo nascimento todo ano se comemora. Com o passar do tempo, aprendi a apurar melhor a mensagem, cuja resposta estava sempre bem perto de mim simbolizada nas árvores, nas luzes e nos presépios que ainda hoje, adornam os lares na celebração do nascimento daquele menino como representação da força divina na renovação constante da vida, como as chuvas e as mangas de minha terra quente.

Autor desconhecido.

Se Inscreva para receber novidades.