sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Momento de festa e reflexão.





ANO NOVO 

"Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial.
Industrializou a esperança fazendo-a funcionar no limite da exaustão. 
Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez com outro número e outra vontade de acreditar que daqui para adiante vai ser diferente".

 (Carlos Drumont de Andrade)

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

As últimas deste ano.









Estas caixa foram feitas a pedido de um amigo, que tinha comprado pra pintar e acabou desistindo, me trouxe pra ver o que poderia ser feito, uma caixa porta cd, um baú, e uma farmacinha, como são pra uma casa de homens, optei por tons marrons e azulado, espero que ele goste, é claro!

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Troquinha de Natal.


Mais uma troquinha de Natal do fórum Coisas de Miúdas, recebi hoje estes presentinhos da amiga Drika, muito lindo, obrigado amiga, o seu já esta a caminho.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Coroa do Advento e seu significado.


Pelo final do século IV é que se tem notícias deste tempo, ora caracterizado pelo sentido escatológico, ora como período de preparação ao Natal. O Concílio Vaticano II fez intencionalmente uma síntese destas duas realidade em sua reforma litúrgica.
Duas partes formam o Advento:
A primeira inicia-se com as vésperas do I domingo estendendo´se até o dia 16 de dezembro. É o memorial "da volta gloriosa de Cristo como juíz no fim dos tempos"; 
A segunda parte compreende os dias entre 17 e 24 de dezembro e estes estão orientados à preparação do Natal do Senhor.
N liturgia eucarística o Advento é qualificado ao máximo nas orações eucológicas (oração da coleta, sobre as oferendas e após a Comunhão), nos prefácios e na liturgia das horas, na qual vem expressa sinteticamente nos hinos e Salmos.

Trecho tirado  http://arquidiocesedecampogrande.org.br


A coroa de Advento  é um dos símbolos mais significativo deste tempo litúrgico. E quer lembrar-nos a "boa nova" que se anuncia, a vinda do Menino Jesus.

O seu formato em círculo nos mostra que o amor de Deus é eterno, sem princípio e nem fim, e também do nosso amor a Deus
e ao próximo que nunca deve terminar. Além disso, o círculo da uma idéia de "elo", de união entre Deus e as pessoas.
As quatro velas da coroa simbolizam, cada uma das quatro semanas do Advento. No início, vemos nossa coroa sem luz e sem brilho. Recorda-nos a experiência de escuridão do pecado. A medida em que se vai aproximando o Natal, vamos em cada semana acendendo uma a uma das quatro velas representando assim a chegada do Menino Jesus, Luz do mundo. 
A primeira vela lembra o perdão concedido.
A segunda simboliza a fé .
A terceira lembra a alegria.
A quarta recorda os Profetas que anunciaram a chegada do Salvador.
Os ramos verdes que envolvem as velas são a cor da esperança e da vida.

Trecho tirado http://www.jufem.com.br

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Preparando o Natal.




Esta semana montamos o nosso presépio. É sem dúvida tempo de reflexão, onde em meio a tantos afazeres, compromissos, correria de fim de ano, sem dúvida temos que achar um tempinho para parar e pensar no ano, um tanto conturbado, na vida tão apressada, dá pra sentir um clima de transformação no ar, muitas perdas, pessoas se distanciando, precisamos prestar mais atenção ao mundo e as coisas, olhar as pessoas e percebe-las, e sempre que possível te-las mais próximas e ficarmos mais próximos, não podemos deixar o amor virar cafonice, temos que estar sempre atentos, pois as coisas hoje em dia tem o poder de nos seduzir e confundir nossos pensamentos, por vezes nos vemos perdendo o foco, por isso esta aí mais uma chance de refletirmos e meditarmos por nós, pelos que amamos e por todo o mundo que passa por esta transformação que chega nos dar medo e uma certa insegurança. É hora de introspecção aproveite sua chance.
Então aproveito pra repetir este lindo Poema de Madre Teresa de Calcutá.  

                                                  Poema da Paz 
                                                                                                             
O dia mais belo? Hoje 

A coisa mais fácil? Equivocar-se
O obstáculo maior? O medo
O erro maior? Abandonar-se
A raiz de todos os males? O egoísmo
A distração mais bela? O trabalho
A pior derrota? O desalento
Os melhores professores? As crianças
A primeira necessidade? Comunicar-se      
O que mais faz feliz? Ser útil aos demais
O mistério maior? A morte
O pior defeito? O mau humor 
A coisa mais perigosa? A mentira
O sentimento pior? O rancor
O presente mais belo? O perdão
O mais imprescindível? O lar
A estrada mais rápida? O caminho correto
A sensação mais grata? A paz interior
O resguardo mais eficaz? O sorriso
O melhor remédio? O otimismo
A maior satisfação? O dever cumprido
A força mais potente do mundo? A fé
As pessoas mais necessárias? Os pais
A coisa mais bela de todas? O amor

Madre Teresa de Calcutá

Se Inscreva para receber novidades.